quinta-feira, julho 19, 2007

Sucumbo... Sucumbes... Sucumbimos!

Há alguns anos tenho vontade, muita vontade de escrever, e escrevo.
Mas mostrar são outros quinhentos! Mostro para poucos e sempre para amigos. É aquela velha história, amigos lêem alguns textos, dizem coisas gentis, e acabam por me impulsionar a escrever mais. O meu problema, além de nunca lembrar as regras básicas da boa ortografia, está em mostrar as vísceras em público, e ainda para um público completamente desconhecido e por vezes anônimo. Isso aí é coisa para gente grande, acho eu. Só que ultimamente o Namorado tem me convencido de que já sou bem grandinha, e mesmo sabendo que certamente ficarei obsessiva pensando no que postar aqui, ele insiste para eu explodir tudo o que vem na cachola.
Então, depois de algum tempo, alguns percalços, e muita ladainha, estou quase convencida de que talvez tenha certo talento para a escrita. Entre a úlcera e o desatino, me vejo sem escolha. Agora, ou deixo de ser uma mulher incrédula ou descubro de vez que esse papo de talento é coisa de coelhinho da páscoa. Até certa idade a gente acredita que existe, depois só comprando a 5 pilas na vendinha da esquina. Por fim, sucumbo `a tentação…

4 comentários:

disse...

Carol, como sempre estou muito orgulhosa de vc... Tanto por ter coragem de mostrar as vísceras pro mundo como por escrever textos maravilhosos!!!!!rsrsrsrsrs
Sabe que sou sua fã número 1, desde o comecinho, desde a época do "Classe AA é pra quem pode..."kkkkkkk
Te amo!
Bjo

carol disse...

obrigada querida! e que venham as tequilas..ou vodkas...também te amo!

Anônimo disse...

... sucumbo à tentação…

(um admirador)

Fredgie disse...

Monstra o seu

que eu monstro o meu.